Entrevista – Francisco Araújo

Entrevista – Francisco Araújo

O Programa Chorinho Brasil deste sábado, 28 de agosto de 2010, recebeu em sua sala de visitas o solista de violão Francisco Araújo, um dos mais importantes instrumentas e compositor, com forte vínculo com o movimento do choro. Neste programa dedicamos o espaço para comentarmos o lançamento do mais recente registro sonoro, em CD, denominado de “Estilo Brasileiro”, com composições de autoria de Francisco Araújo e uma composição do mestre Aymoré – “Choro Triste”.

A participação de Francisco Araújo proporcionou aos nossos ouvintes uma bela oportunidade para constatarem que o movimento do choro está, cada vez mais, vivo e dinâmico. Este mais recente trabalho comprova a quantidade de composições recentes a disposição do grande público que ainda está com sua atenção voltada para os grandes clássicos. As sua composições foram envolvidas com a abordagem de várias histórias vivenciadas por Francisco Araújo no movimento do choro.

Durante o programa constamos com a participação dos produtores de Francisco AraújoEduardo Prata e Selma Ferreira -, do novo selo Sons do Brasil, cujo início ocorre de forma expressiva com o lançamento do CD “Estilo Brasileiro”. O nosso mestre Pernambuco do Pandeiro não deixou por menos ao ouvir o som vibrante e virtuoso de Francisco Araújo, que amplia a sua histórica trajetória dentro do movimento do choro e em nossa cultura musical, com grande reconhecimento internacional.

Após o Programa Chorinho Brasil, Francisco Araújo nos cedeu essa entrevista, onde conta como conheceu o violão, sua trajetória na música,  seu envolvimento com o Clube do Choro de São Paulo e também a importante produção de festivais de choro em São Paulo.



, , , , , ,

Um comentário para “Entrevista – Francisco Araújo”

  1. Aguinaldo Loyo Bechelli Says:

    Faz uma pá de tempo, escrevi a apresentação de abertura de um show de Francisco Araújo, no SESC – Consolação. O homenageado foi Dilermando Reis e as execuções desse extraordinário violonista foram divinas.

    Muito admiro o amigo Chico Araújo , mas não tenho o seu e-mail. Por favor, poderia me informar ?

    Baitabracito, Bença e Tchau
    Aguinaldo


Escreva um comentário