Homenagem ao Jequibau de casa cheia

seg, ago 6, 2012

Artistas, Eventos, Notícias

Homenagem ao Jequibau de casa cheia

Ontem aconteceu a 70ª Edição do Projeto Choro na Manhã, organizada pelos nossos grandes amigos do Conjunto Retratos no Centro Cultural do Jabaquara em São Paulo – SP.

O Projeto Choro na Manhã, acontece todo primeiro Domingo de cada mês, além do Conjunto Retratos realizar sempre uma programação diferente, a maioria das apresentações sempre contam com convidados. É um dos poucos locais em São Paulo onde se pode curtir choro de altíssimo nível!

A apresentação foi um sucesso e homenageou Mario Albanese, criador junto com Ciro Pereira do Jequibau. Além do Conjunto Retratos, participaram os violonistas Silvio Santisteban e João Alves da Silva “Bonfim”.

O Centro Cultural do Jabaquara estava “lotado”, e contou com a presença de muitos músicos, entre eles Izaías Bueno, bandolinista do Conjunto Izaías e Seus Chorões.

 

Clique nas fotos abaixo para visualizar.



, , , , , , , ,

30 Comentários para “Homenagem ao Jequibau de casa cheia”

  1. Prof. José Amaral Says:

    Alex, você e a turma do Retratos continuam de parabéns!
    Sr. Mário Albanese deu depoimento para a gente no livro também… Sujeito formidável!
    E vocês são, certamente, dos polos mais importantes da preservação do choro no Estado!
    Já falei isso prá muita gente…
    Inclusive porque, além do caráter educacional, levam a coisa dentro do antigo e original espírito do chorão que é tocar pelo prazer e ainda ter um rango na brincadeira e tudo na faixa…

    Abraço

    Prof. José Amaral

  2. Alex Mendes Says:

    Amigos do Chorinho Brasil!!

    O dia 05/08 foi especial, posso dizer até sem exageros que a edição de n.º 70 do projeto Choro na Manhã foi mágica.

    Circularam uma porção de músicos e pessoas importantes que fazem com que o gêrero permaneça vivo, principalmente em uma região onde a única manifestação do gênero é que acontece mensalmente no Jabaquara e se faz necessário registrar seus nomes para que não caia no esquecimento:

    Mario Albanese – Piano
    Isaias Bueno de Almeida – Bandolim
    Alex Mendes – Bandolim
    Helinho – Bandolim
    Renato – Bandolim
    Sorriso – Bandolim
    Silvio Santisteban – Violão 6 Cordas
    Bonfim – Violão 6 Cordas
    Carlão – Violão 7 Cordas
    Rafeal – Violão 6 Cordas
    Lopes – Violão 7 Cordas
    Paulo Gilberto – Flauta
    Fernando Henrique – Cavaquinho
    Aguinaldo Bechelli – Ritmo
    Ricardo Bechelli – Ritmo
    Donisete Fernandes – Ritmo
    Dona Ilda – Registro Fotográfico
    Darlan Ferreira – Registro Fotográfico, áudio e vídeo
    Almir Bispo – Coordenado do Centro Cultural Jabaquara
    João Thomas do Amaral e Raphael Amaral – Divulgação
    Amídio Vaz – Café da Manhã

    Para finalizar, agradeço a todos que não estão na listagem acima, mas que direta ou indiretamente nos ajudam divulgando ou apenas mencionando esta atividade.

    Um pensador frances chamado François Rabelais registrou a mais de 400 anos atrás, uma frase muito forte que ilustra este mutirão…..

    “Conheço muitos que não puderam, quando deviam, porque não quiseram quando podiam”

    Nós devemos fazer, queremos e podemos, e aí está o resultado!

    Um abraço a todos!

    Alex Mendes
    http://www.conjuntoretratos.com.br

  3. João Tomas do Amaral Says:

    Olá, Amigos do Choro!!!

    O Choro na Manhã, em sua 70ª edição, ao homenagear o Jequibau, em seus 47 anos de existência, também reverenciou o expressivo trabalho de criação de Mário Albanese e Ciro Pereira, bem como se concretizou em uma oportunidade de maior contato para todos os presentes com a excelente música instrumental de nosso país.

    Esta edição contou com uma significativa quantidade de instrumentistas fortemente envolvidos com o Movimento do Choro, que não deixam a menor dúvida de que estamos consolidando, cada vez mais, o gosto refindado pela boa música independentemente de sua classificação – popular e/ou erudita -, junto ao grande público.

    A confirmação sobre a excelente qualidade desta edição do Choro na Manhã está comprovada pela alegria com que todos os presentes sairam ao termino do evento. Certamente, a qualidade do repertório e dos instrumentistas foi, é e sempre será um importante aspecto do evento, porém não podemos deixar de ressaltar o aspecto humanista.

    Contamos com os Chorões de plantão!!!

    Até a próxima

    João Tomas do Amaral

  4. Renato Araújo Says:

    Fiquei muito feliz de participar desse evento.
    quando recebi o convite por e-mail, Deus me incomodou durante a semana inteira para ir nesse envento tão maravilhoso e estou muito satisfeito, pois, pude reviver momentos maravilhosos de tempos atráz que me fez lembrar do Mestre Agenor de Souza, que nos ensinou que música vem da alma.
    Parabéns Conjunto Retratos!
    vcs estão fazendo história dentro da música popular brasileira!

  5. Roberto Bueno Says:

    O que mais falar do Grupo Retratos e seus convidados.
    Hoje foi uma manhã/tarde emocionante.
    Parabéns pela apresentaçao.

    Roberto Bueno
    Vl. Santa Catarina

  6. Wilson Benitez Says:

    Bom dia turma do choro. Ouví voces , pela primeira vez, e sendo fã do choro, voces me encantaram. Foi uma grande descoberta, eu não os conhecia. Na próxima edição estarei novamente no Centro Cultural Jabaquara para cumprimentá-los e parabenizá-los. Foi uma grata surpresa . Um abraço do novo admirador de voces.Em tempo. Gostaria que me mandassem a programação .Obrigado Wilson Benitez-Sao Paulo.

  7. Jorge Figueiredo Says:

    Agradeço pelos bons e grandes momentos que vocês proporcionaram no último dia 05/08/2012.

    Foi fantástico, muito bacana entender a história do choro e do JEQUIBAU contada e evidentemente tocada com excelência por vocês.

    Abraço forte e obrigado.

  8. joao batista valadares Says:

    Parabenz musicos concientes do nosso brasil, vamos prestigiar sempre a boa musica, principalmente o choro e o samba.
    Parabenz em particular ao Professor Lopes (Guerreiro.

  9. Rogério Says:

    ”Ninguém faz sucesso sozinho”

    Um exemplo de que trabalhos como este que é realizado pelo Conjunto Retratos, quando somado a boa vontade e dedicação de outras pessoas, fazem com que aconteçam eventos como este, que fazem parte da história do choro em São Paulo, posso até arriscar que talvez uma das mais importantes rodas de choro da capital onde se ofereçe até um café da manhã gratuitamente para a turma que vai apreciar o velho choro…

    Até a próxima,

    Rogério

  10. Jefferson Miranda Says:

    É isso ai galera…Continuem assim…Viva o choro!!!!

  11. Marcello Laranja Says:

    Homenagem mais que merecida ao querido maestro Mário Albanese, essa moçada do Retratos realiza um belo e consistente trabalho em prol da cultura musical brasileira…!

    Sucesso sempre…!

    Abraços

    Marcello Laranja (Clube do Choro de Santos)

  12. Sonia Marinho Says:

    Tenho o vinil “Jequibau” com Mario Albanese ao piano, Orquestra Chantecler e conjunto sob regência de Ciro Pereira é uma maravilha… pena que perdi!
    Sonia

  13. Douglas Pereira Says:

    putys perdi esse dia maravilhoso que pena valeu alex meu pç sucesso para vcs mas na proxima eu quero assisitir

  14. Ricardo Souza Says:

    Recebi boas referências do evento e com certeza estarei presente no próximo.

  15. Maria do Carmo Says:

    Oi, Alex

    Foi o melhor e maior presente que eu e meu marido recebemos de
    voces, a apresentação do Conjunto Retratos estava maravilhoso
    e de brinde os convidados deram um show a parte, parabéns,
    e torço para que continuem no espaço cultural por muito tempo
    e agradeço o convite e por favor avise sempre onde irão
    apresentar- se que ficaremos muito felizes em vê-los.
    Vou procurá-lo no facebook
    Um grande abraço
    Maria do Carmo

  16. Sérgio Nascimentto Says:

    Bom dia a todoa desta conceituada página, em especial ao JOÃO TOMAS pela grande divulgação da nossa musica instrumental brasileira. Quero deixar aqui registrado o meu muito obrigado por voce estar sempre apoiando e mantendo acesa essa chma que se chama CHORO. Musica de origem Brasileira e que encanta não só nós Brasileiros como tambémn os GRINGOS que aqui chegam ou quando nos apresentamos la fora. Estarei em breve em SP para uma visita ao meu grande amigo das cordas Alex Mendes do Conjunto RETRATOS e gostaria de conhece-lo pessoalmente para falarmos da boa musica Brasileiro (CHORO). Deixo aqui um grande e fraterno abraço a todos desta sua conceituada equipe e a certeza de que em breve estarei ai para um BATE-PAPO.

    Sérgio do Bandolimm

  17. Oleari Says:

    Cada vez que vejo uma programação do Retratos, penso: uma hora dessas acerto, estando em Sampa. O deste domingo só teve cobra criada e perdi a oportunidade de conhecer o Mario Albanese, de quem sempre toquei coisas em meu programa de rádio.
    Valeu Alex

    Oswaldo Oleare

  18. Rafael Nascimento Says:

    Foi um prazer imenso participar deste dia, com certeza um dia inesquecível!!!

  19. Mario Albanese Says:

    Caríssimos parceiros de idéias e ideais .
    O Conjunto Retratos garimpa e lapida incessantemente seu repertório inserindo temas inusitados fato determinante para conquistar uma audiência qualificada e exigente. Com essa perspectiva pude enfatizar com convicção no meu discurso que a cultura massificada é mercadoria e não se confunde com arte. Na esteira desse raciocínio e por oportuno lembrei que a escrita digital fez a tinta da caneta secar e que os arquivos musicais baixados da internet não revelam os autores. Dessa forma o compositor tornou-se um discurso sem ouvintes e uma comovente utopia. Releve-se que sem o compositor desaparecem também o intérprete e a audiência. Imagine-se então um baile sem música! Dito e gesto irônicos porque não vislumbro a mínima reação de quem quer que seja, Depois desse discurso toquei ao piano Amor Indiferença e Gente Humilde, músicas de Aníbal Augusto Sardinha, encerrando com Meu Amigo Garoto, choro que celebra a imorredoura amizade que nos uniu. Silvio Santisteban e Bonfim, excepcionais violonistas e que me acompanham há muitos anos, tocaram a Suíte: Jequibau, No Balanço do Jequibau, Jequi – Bach e Fim de Semana em Guarujá. Sílvio Santisteban cantou acompanhado pelo público, sua composição Ensinando Jequibau. Darlan Ferreira registrou todo o evento e João Tomás do Amaral, abrilhantou com sua presença e judiciosos comentários essa inesquecível apresentação do Conjunto Retratos. Nosso sincero agradecimento pela oportunidade de mostrar o Jequibau no seu 47º aniversário.
    O pensamento cria, o desejo atrai e a fé no trabalho realiza.
    Com particular consideração e amizade,
    Mário Jequibau Albanese e Ciro Pereira (in memoriam)

  20. Cintia Noronha Says:

    Choro de altíssimo nível no Centro Cultural Jabaquara, com cobertura fotográfica oficial de Ilda Noronha (minha mãe!!). Pena que não pude estar presente! Mas, como disse já disse Alex Mendes , as fotografias eternizam o momento.

  21. Elizabeth Says:

    Música é vida, a vida é música…. Somos gestados ao sons do prazer, no útero, borbulhados aos sons da água, somos paridos aos sons de dores, suaves, intensas, mas necessárias… Choramos anunciando nossa estréia e na trajetória da vida, seguimos nosso crescimento aos sons de canções de ninar, brincamos com chocachos.
    Quem na adolescência não “chorou” ouvindo uma música, curtindo a dor de cotovelo do primeiro amor??e ao longo da vida, a musica de faz presente, um presente, inerente ao SER HUMANO, corre em nossas veias, nossas origens, tribais, ancestrais, do batuque, da batida dos pés ritmadas, aos sons profundos dos atabaques…. E assim, a vida se faz, aos sons do clarinete, do bandolim, violão, pandeiro…. Tudo magia, tudo alegria e a dor???? nesse cenário? se faz fantasia!!! Isso é o Conjunto Retratos

  22. ALTAIR Says:

    Izaías do Bandolim, é um dos maiores craques brasileiros no seu instrumento. o homem já tocou com meio mundo da MPB, da velha guarda a mais nova geração. Acompanhou uma porção de cantores, solou com orquestras sinfônicas.

    Assisti ima vez o Paulinho da Viola, em uma temporada em São Paulo e ele fez questão de colocar Izaías no palco.

    A melhor tradição da música instrumental brasileira passa por seu bandolim, fluindo com impressionante naturalidade, tem um repertório inesgotável e sem dúvida é o maior chorão paulista em atividade.

    E gente, ele estava no Jabaquara e pude comprovar a sua humildade e carinho com os músicos no palco e fora dele também com o público…

    Não precisamos dizer mais nada, ah, mas quem não foi, infelizmente perdeu.

    Altair

  23. João Tomas do Amaral Says:

    Olá, Amigos do Choro!!!

    Os agradecimentos a todos que têm disponibilizado um pouco de seu precioso tempo para nos acompanhar tanto no Portal quanto no Programa Chorinho Brasil, principalmente àqueles cujas impressões estão registradas neste conteúdo dedicado à homenagem ao JEQUIBAU, do nosso querido amigo Maestro Mário Albase e do saudoso Ciro Pereira.

    Momentos como este, certamente, ficam registrados em nossas mentes pela qualidade daqueles que participaram com seu talento para a consolidação e difusão do Choro em nossa cultura musical. Neste sentido, ressaltamos a importante participação dos instrumentistas que contribuem para que a cidade de São Paulo continue se constituindo num significativo polo de culto ao nosso velho, mas sempre jovem Choro.

    Contamos com os Chorões de plantão!!!

    Até a próxima!!!

  24. Alex Mendes Says:

    João Tomas do Amaral!!!

    Parabéns pelo programa de hoje, confesso que no início até me assustei, pensei que havia um problema no áudio e ninguém havia percebido.

    Mas foi show, você demonstrou muita habilidade na condução do programa, quem sabe faz ao vivo e seja onde for…. E estávamos aqui na torcida… (vai ser OURO!!!!)

    Um “VIVA” para a tecnologia que possibilitou que você fizesse o programa diretamente da Rodovia Dutra, apoiado pelo técnico de som, passou pelo estúdio e em seguida para ondas de rádio e chegou aos nossos ouvidas aqui do outro lado de São Paulo (Zona Sul) e cá estou dando meu depoimento.

    Um abraço em nome de todos os integrantes do Conjunto Retratos.

    Um abraço!!

    Alex Mendes

  25. João Tomas do Amaral Says:

    Olá, Alex Mendes!!!

    Primeiramente, o meu agradecimento a todos os integrantes do Conjunto Retratos – Alex Mendes, Fernandinho, Donisete, Cesar, Gilberto e Alecsander -, pelo carinho e amizade constante que temos desenvolvido ao longo desta trajetória próxima e afetuosa.

    Neste sábado, 11 de agosto de 2012, realmente, tivemos que vivenciar sentimentos duais – preocupação e satisfação -, pois na medida em que o tempo se esvaia, quanto ao início do Programa Chorinho Brasil, em plena Rodovia Dutra, com o transito totalmente parado por conta de um acidente com um caminhão que tombou próximo à entrada para a Rodovia Fernão Dias tinhamos que agir rápido. E a preocupação aumentava!

    Decidimos quatro minutos antes do início do Programa Chorinho Brasil, que poderiamos tentar apresentar por telefone celular, na sensibilidade e na emoção de levar ao ar um Programa inédito para que os nossos ouvintes pudessem curtir a mesma emoção. E assim foi decido e entramos no ar com muita disposição, mas preocupados com a quebra de estilo e a possibilidade do descompasso. Mas, enfim tudo correu bem, inclusive incluindo informações sobre as condições do transito na Rodovia Dutra – desde a Marginal Tiete até a entrada para a Rodovia Fernão Dias.

    Certamente, consolidamos com a equipe, deste sábado, da Rede Boa Nova de Rádio – Alailson Cunha no audio com o estreante Marcus, Fernando nos Transmissores, Margarete ao telefone, Karina na coordenação e Ana na supervisão -, um momento de muita satisfação, principalmente, quando concluimos em plena Rodovia Dutra o Programa Chorinho Brasil.

    Após o transito ter sido liberado com a retirada do caminhão e com a limpeza parcial foi até a Rede Boa Nova de Rádio para curtirmos todos juntos este histórico momento para todos. Certamente, será um momento inesquecível para toda a equipe e os ouvintes amigos que na sequencia que compartilharam conosco esta emissão maravilhosa!!!

    Destaco que alguns amigos estiveram pertinho, como Cesar do Acordeom que foi para os estudios da Rede Boa Nova de Rádio, António Peres Penin ligando insistentemente e claro o Conjunto Retratos em peso total – Alex, Fernando, …. -, entre outros amigos ouvintes e ouvintes amigos. A todos aquel afetuoso abraço!!!!

    Contamos com os Chorões de plantão!!!

    Até a próxima!!!

    João Tomas do Amaral

  26. Ariane Says:

    Adorei o programa de ontem.

    Parabéns!!

    Ariane

  27. Lilia Cordeiro Says:

    Boa Noite !!!

    Dia 08 tive a feliz sorte e prazer de ouvi-los tocar no Jabaquara com os convidados ilustres.

    Muito obrigada pelas belas músicas. Verdadeiramente um Louvor aos céus, a alma e ouvidos.

    Sem dizer a alegria que nos remete a lembrança de bons momentos vividos.

    Para todos vocês o meu muito obrigado,

    Grata

    Lilia Cordeiro.

  28. Aguinaldo Loyo Bechelli Says:

    Ah ! Éh! – Eu também estava lá e dei modesta “canja” na tocata.

  29. Lilia Cordeiro Says:

    Verdade, o Aguinaldo Bechelli também deu uma grande contribuição na apresentação e foi maravilhoso ele acompanhado de seu filho Ricardo…

    Grata…

    Lilia Cordeiro…

  30. Lopes Says:

    Agradeço ao Conjunto Retratos pelo convite para participar destes momentos magico.
    Foi muito bom entender a história do JEQUIBAU contada e tocada pelo maestro Mario Albanese, um de seus criadores.
    Eventos como este só faz multiplicar nossa paixão pela musica.
    Principalmente pelo musica brasileira.

    Muito obrigado
    Lopes 7 cordas


Escreva um comentário