“Garoto que deu ao violão projeção e respeito!” por Mario Albanese

dom, mar 23, 2014

Artistas, Vivendo o Choro

“Garoto que deu ao violão projeção e respeito!” por Mario Albanese

Sua precocidade surpreendia os adultos pelo domínio natural e descontraído do banjo, bandolim, cavaquinho, todos os tipos de violão!
Até os anos cinquenta os violeiros utilizavam o violão como instrumento de acompanhamento para cantores e seresteiros da música regional sertaneja. Garoto tinha técnica ingênita, exuberante e heterodoxa inigualável .Sorrindo e descontraído dominava sem esforço e com absoluta segurança todos os gêneros, além de compor e improvisar com extrema facilidade. Sua postura, carinhosa e naturalde sobraçar o violão contrastava com a postura dos adeptos da Escola de Tárrega que adotavam rígida posição e um banquinho para apoiar o pé esquerdo.
Certamente, para o Garoto, a caixa de ressonância do violão em forma de um 8 e que lembra o corpo de uma mulher, não admitia maus tratos… Zé Menezes, violonista e compositor cearense aos 90 anos e em recente entrevista afirmou: Garoto já nasceu pronto! Aprendi tocando com o Garoto, era excepcional! Só teve uma coisa ruim: foi embora muito cedo. De seu imenso repertório como compositor: São Paulo Quatrocentão , Duas Contas, Gente Humilde,, Tristeza de um Violão e Lamentos do Morro, são inesquecíveis.
Em Agosto de 1954, a Rádio Gazeta de São Paulo, apresentou a Suíte para Piano e Violão e o Concertino nº 2 para Violão e Orquestra, composições de Radamés Gnatalli, com a participação do Garoto, do pianista Fritz Jank e a Orquestra Sinfônica regida pelo Mº Armando Belardi. Na Suíte estão reunidas as mais variadas manifestações rítmicas da música brasileira e no Concertino o diálogo entre o violão e a orquestra adquiriu um sabor realmente invulgar e uma situação inovadora para a música brasileira!

O pensamento cria, o desejo atrai e a fé no trabalho realiza!

Com particular consideração e amizade,

Mário Jequibau Albanese.



, ,

Um comentário para ““Garoto que deu ao violão projeção e respeito!” por Mario Albanese”

  1. Alex Mendes Says:

    Albanese,

    Obrigado por trazer aspectos de Garoto que não são mencionados em suas biografias, e que bom que tenha convivido com ele por um período e nos trazer informações que completam sua biografia.

    Um abraço!!!

    Alex Mendes


Escreva um comentário